Para professor emérito da Universidade de Brasília, renúncia de Evo Morales não terá efeito direto no País, mas enfraquece esquerda na região