Presidente voltou a criticar filmes nacionais, mas negou que postura configure censura