Anos depois da descoberta, os pesquisadores concluíram que os restos mortais dos "amantes de Modena" pertencem a dois homens. Os dois esqueletos com idade de 1,5 mil anos foram enterrados de mãos dadas e encontrados em 2009, na província de Mantova,