O candidato do presidente francês Emmanuel Macron disse à AFP que vai retirar-se da corrida após a divulgação de um vídeo sexual nas redes sociais.