Presidente do time alagoano disse que não pensava em vender mando de campo da partida contra o Cruz-Maltino por ser um "concorrente direto" na briga contra o rebaixamento